Portugal tem bons progressos, mas precisa perseverança e apoio europeu - FMI

Portugal tem apresentado “bons progressos” na adoção das políticas acordadas com a ‘troika’ mas é necessário “perseverança e determinação”, “reformas estruturais” e um “apoio europeu continuado” para ser bem sucedido, disse hoje um responsável do Fundo Monetário Internacional (FMI).

  • Economia
  • Publicado: 2011-12-20
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco/Lusa

Portugal tem apresentado “bons progressos” na adoção das políticas acordadas com a ‘troika’ mas é necessário “perseverança e determinação”, “reformas estruturais” e um “apoio europeu continuado” para ser bem sucedido, disse hoje um responsável do Fundo Monetário Internacional (FMI).

David Lipton, vice-diretor geral da instituição, disse hoje, em comunicado divulgado pelo FMI, que “até agora, foram alcançados bons progressos na adoção de políticas mas, dados os ventos fortes de deterioração do ambiente externo, [é necessária] perseverança e determinação para adotar o programa orçamental ambicioso” e que, “essenciais, as reformas estruturais vão ser críticas, juntamente com o apoio europeu continuado”.

O responsável considera ainda que “o forte orçamento de 2012 e o seu enfoque no corte da despesa são bem-vindos”, acrescentando que “enquanto as derrapagens orçamentais de 2011 levaram à utilização dos fundos de pensões da banca para cobrir a diferença, as medidas ousadas e concretas incluídas no orçamento devem ajudar a alcançar os ambiciosos objetivos de 2012”.

PUB

PUB

PUB

PUB