Vila de Rei: Autarquia duplica num ano os apoios concedidos à natalidade e ao matrimónio

A Câmara de Vila de Rei duplicou num ano o número de subsídios à natividade e ao matrimónio, uma medida que visa apoiar a fixação da população e que hoje se traduziu na entrega de ajudas financeiras a 22 nascimentos e 12 casamentos.

  • Região
  • Publicado: 2011-09-19
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco/Lusa

A Câmara de Vila de Rei duplicou num ano o número de subsídios à natividade e ao matrimónio, uma medida que visa apoiar a fixação da população e que hoje se traduziu na entrega de ajudas financeiras a 22 nascimentos e 12 casamentos.

Com um apoio monetário de 300 mil euros atribuídos desde o ano 2000, em resultado de 120 casamentos e 234 nascimentos registados naquele concelho que marca o centro geodésico de Portugal, a presidente da autarquia, Irene Barata (PSD), atribui o crescimento populacional à criação de empregos na área social.

“Os empregos em novos lares de idosos e cuidados continuados foram decisivos para Vila de Rei ser o único município do Pinhal Interior Sul a ganhar população”, afirmou à Lusa, tendo destacado os serviços gratuitos, como creche, transportes escolares e jardim de infância, entre outros, para um aumento populacional de 2,8 por cento registado pelos Censos 2011, ou seja, 3.449 habitantes residentes, mais 95 do que em 2001.

Irene Barata confessa que “não esperava muito” por este resultado, apesar do“esforço muito grande da autarquia, ao longo destes últimos anos”.

“É um resultado muito bom, tendo em conta a nossa interioridade, e que resulta de uma gestão até ao limite para dar apoio às nossa crianças, bebés, idosos e desfavorecidos”, disse, lembrando a gratuitidade de creches e jardins de infância, o apoio à compra de medicamentos, oficinas de reparação grátis para trabalhos domésticos e descontos para todas as faixas etárias noutras actividades sociais.

“Temos as condições básicas asseguradas e circunstâncias ambientais muito favoráveis para quem queira viver em Vila de Rei e vale a pena apostar mais nas pessoas do que em outra coisa qualquer”, vincou.

Hoje, dia em que se comemora o feriado municipal, a autarquia promete avançar “desde já” para a criação de novas medidas que pretendem dar uma maior importância ao nascimento de crianças, diferenciando por escalões o primeiro, segundo, terceiro ou mais filhos.

Desta forma, a Câmara Municipal de Vila de Rei irá proceder a um aumento do apoio consoante o número de crianças, que será de 750 euros para o primeiro filho, 1000 euros para o segundo e 1250 euros para o terceiro ou seguintes filhos.

Na mesma proposta, os novos regulamentos passam também a abranger a adoção, que não estava ainda contemplada neste âmbito.

Segundo a autarca, estas novas propostas “vêm dar seguimento a uma política de apoio às famílias” vilarregenses, e que levou o município de Vila de Rei a ser premiado em dois anos consecutivos com o título de Município + Familiarmente Responsável.

PUB

PUB

PUB

PUB