Domingos promete "devolver o orgulho" aos sportinguistas

Domingos Paciência foi apresentado como novo treinador da equipa de futebol do Sporting, no estádio José Alvalade, e prometeu "devolver o orgulho" ao clube, para grande entusiasmo dos adeptos que o vitoriaram.

  • Desporto
  • Publicado: 2011-05-25
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco/Lusa

Domingos Paciência foi apresentado como novo treinador da equipa de futebol do Sporting, no estádio José Alvalade, e prometeu "devolver o orgulho" ao clube, para grande entusiasmo dos adeptos que o vitoriaram.

Em ambiente de verdadeira apoteose, o primeiro dia de Domingos Paciência em Alvalade passou por uma visita ao museu, onde se manifestou "impressionado" pelo passado do clube, pela apresentação à comunicação social e por um contacto com cerca de duas dezenas de empolgados adeptos.

Ladeado pelo presidente do Sporting, Godinho Lopes, por Luís Duque, vice-presidente e administrador da SAD, e Carlos Freitas, diretor para o futebol, Domingos Paciência prometeu "lutar pelo primeiro lugar" e para que o Sporting se volte a destacar pelo "bom futebol".

"As pessoas já estão a trabalhar para que o Sporting seja na próxima época uma equipa forte e bem preparada", disse o técnico, de 42 anos, que cessa funções no Sporting de Braga, evitando no entanto entrar em pormenores quanto à política de reforços.

No plantel atual, vê "muita qualidade", tal como também vê valor na formação. Nesse contexto, as contratações serão cuidadosas e a "procurar que o erro não exista".

Domingos Paciência, que conduziu o Braga ao segundo lugar no não passado e à final da Ligha Europa esta época, apelou à união "da família muito grande que é o Sporting", para que o clube se torne "mais grande e mais forte".

De sua parte, prometeu trabalho e rigor no empenho, para "criar as melhores condições para ganhar", com bom futebol.

"Sinto-me envolvido num projeto, que é de ganhar. É isso que vocês querem, e é para isso que aqui estou", disse, dirigindo-se diretamente aos adeptos.

"Conto com vocês", pediu, para gáudio de quem já grita: "Nós só queremos o Domingos campeão, Domingos campeão, Domingos campeão..."

PUB

PUB

PUB

PUB