Futebol: LC - Cristiano Ronaldo diz que FC Barcelona foi "ajudado"

O português Cristiano Ronaldo afirmou hoje que o FC Barcelona foi “ajudado” na meia-final da Liga dos Campeões, após a eliminação dos “merengues” em Camp Nou.

  • Desporto
  • Publicado: 2011-05-04
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco/Lusa

O português Cristiano Ronaldo afirmou hoje que o FC Barcelona foi “ajudado” na meia-final da Liga dos Campeões, após a eliminação dos “merengues” em Camp Nou.

“Eu não quero pensar assim, mas passa-se algo, são muitas coisas juntas, o que se passou em Bernabéu, o que passou hoje, tudo junto dá que pensar, têm uma grande equipa, mas muito ajudada por trás”, afirmou Cristiano Ronaldo na zona mista do recinto catalão.

O treinador adjunto do Real Madrid, Karanka, que hoje assumiu o comando da equipa devido ao castigo disciplinar aplicado a José Mourinho, não felicitou a vitória do FC Barcelona e queixou-se da arbitragem, sublinhando que o treinador português está orgulhoso da sua equipa, porém indignado.

Karanka referiu-se por diversas vezes ao golo que considerou “mal anulado” a Higuáin.

Por sua vez, o treinador do FC Barcelona, Pepe Guardiola elogiou a equipa do Real Madrid, dizendo que é a “equipa mais poderosa do mundo”.

Pep Guardiola preferiu não comentar as opiniões dos jogadores e treinador do Real Madrid, referindo que “cada um tem direito a ter a sua opinião, vivemos em democracia.”.

Destacou os êxitos do FC Barcelona nos últimos seis anos, um trabalho que vem “de há 20 anos atrás”, de muita “preseverança e paciência”.

“Levamos um ciclo de seis, sete anos em cima, agora falta a liga e temos que buscar forças para tratar de ganhar a liga”, disse, sublinhando ainda o mérito de Messi, que considerou o “pilar” da equipa.

Com o resultado 1-1, com golos de Pedro Rodriguez e Marcelo, o FC Barcelona eliminou o Real Madrid e vai disputar a 28 de maio em Wembley a sua sétima final da principal prova de clubes da UEFA. Na primeira, em Madrid, os catalães haviam ganho por 2-0.

Na outra meia-final, quarta-feira, o Manchester United defende a vantagem de 2-0 conseguida na primeira mão, em Gelsenkirchen, frente ao Schalke 04.

PUB

PUB

PUB

PUB