Lardosa: Câmara recuperou forno comunitário e construiu novo cemitério

A freguesia da Lardosa viveu um domingo de festa com a bênção do novo cemitério da localidade e a inauguração do forno comunitário. As obras, que custaram cerca de 300 mil euros, foram realizadas pela Câmara Municipal, e a cerimónia contou com a presença do autarca Joaquim Morão.

  • Região
  • Publicado: 2010-09-12 15:11
  • Por: Cristina Valente

A freguesia da Lardosa viveu um domingo de festa com a bênção do novo cemitério da localidade e a inauguração do forno comunitário. As obras, que custaram cerca de 300 mil euros, foram realizadas pela Câmara Municipal, e a cerimónia contou com a presença do autarca Joaquim Morão.

O forno comunitário foi adquirido pela Câmara com o apoio também de Maria Antunes Barata, uma natural da Lardosa, que quis ajudar à preservação do património da sua terra.

Joaquim Morão lembra que a autarquia albicastrense está a realizar por todo o concelho obras de recuperação de património que de outra forma acabava por ruir “recuperamos este forno, mas vamos também recuperar as casas que estão ao lado, o objectivo é dar condições a estas casa para que voltem a ser habitadas”, uma politica que a autarquia está a seguir em Castelo Branco, mas também em várias freguesias.

O novo cemitério era uma obra há muito esperada e necessária “tendo em conta que o velhinho cemitério se encontra praticamente esgotado” disse o presidente da Junta José António Dâmaso.

A obra que sofreu alguns avanços e retrocessos, por causa da sua localização, é agora uma realidade “a escolha de local para um cemitério causa sempre algum transtorno, mas estou em querer que o local escolhido reúne o consenso de larga maioria da população” afirmou o presidente da Junta.

PUB

PUB

PUB

PUB