Fundão acolhe VII Exposição Canina Nacional

Inserido no programa CaniCULTURA, o Município do Fundão e o Clube Português de Canicultura vão organizar a sétima Exposição Canina Nacional do Fundão, este domingo, dia 28, no Pavilhão Multiusos e na Praça Amália Rodrigues, no Fundão.

  • Região
  • Publicado: 2016-02-24 10:31
  • Autor: Diario Digital Castelo Branco

Inserido no programa CaniCULTURA, o Município do Fundão e o Clube Português de Canicultura vão organizar a sétima Exposição Canina Nacional do Fundão, este domingo, dia 28, no Pavilhão Multiusos e na Praça Amália Rodrigues, no Fundão.

Vão participar mais de 450 cães de 100 raças diferentes, numa competição que conta para o Campeonato Nacional. Os julgamentos estarão a cargo dos juízes Falk Siewert (Alemanha), Myriam Vermeire (Bélgica), Otakar Vondrouš (Republica Checa), Rui Oliveira (Portugal) e José Manuel Pacheco (Portugal), refere o comunicado enviado ao Diário Digital.

A grande novidade desta edição é dedicada aos mais novos, aos jovens canicultores e aos futuros jovens canicultores, com a realização do Mini Apresentador Fundão.

A par desta exposição, irão realizar-se, no dia 27 de fevereiro, sábado, testes de Aptidão Natural para Cães de Pastoreio, a partir das 10.00 horas, testes de sociabilidade e carácter e as Exposições Especializadas de Cão Serra da Estrela e de Cão Pastor Belga.

O programa CaniCULTURA é um programa alargado com diversas atividades cujo tema é o Cão. Neste âmbito foram realizadas diversas iniciativas, nomeadamente “Adote um Amigo”, entre os dias 18 e 23 de fevereiro, em várias escolas e jardins-de-infância do Concelho, onde se falou sobre o cão de companhia, as funções do cão e os cuidados a ter, a partir do contacto com um Cão da Serra da Estrela. Decorreu, ainda, na Biblioteca Municipal Eugénio de Andrade a “Oficina do Lobo”, com orientação de Marina Palácio, e está patente ao público, até dia 29 de fevereiro, a exposição “Coexistir com os Grandes Carnívoros: o Desafio e a Oportunidade”, integrada nas ações do Projeto LIFE MED-WOLF – Boas Práticas para a Conservação do Lobo em Regiões Mediterrânicas. N’ A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes foi exibido o filme “A Hora do Lobo”, de Jean-Jacques Annaud, seguido de conversa com a bióloga Sílvia Ribeira, que trabalha no “Grupo Lobo”, ONG responsável pelo projeto “Cão de Gado”, que este ano faz 20 anos e que tem auxiliado na conservação do Lobo.

PUB

PUB

PUB

PUB