Politécnico de Castelo Branco regista duas patentes desenvolvidas na EST

O Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) registou recentemente duas patentes nacionais, com os títulos "Relógio Analógico com Ponteiro dos Minutos Extensível Angularmente", e “Placa Higienizadora para Absorção de Fluídos Fisiológicos”, desenvolvidas por uma equipa liderada por Marcelo Calvete, docente da Escola Superior de Tecnologia (EST) do IPCB.

O Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) registou recentemente duas patentes nacionais, com os títulos "Relógio Analógico com Ponteiro dos Minutos Extensível Angularmente", e “Placa Higienizadora para Absorção de Fluídos Fisiológicos”, desenvolvidas por uma equipa liderada por Marcelo Calvete, docente da Escola Superior de Tecnologia (EST) do IPCB.

É a primeira vez que o Instituto Nacional de Propriedade Industrial concede a titularidade de patentes ao IPCB. Este facto tem um especial significado já que é demonstrativo da aposta que a instituição vem desenvolvendo nos domínios da inovação e do empreendedorismo.

O IPCB entende que a proteção dos resultados de investigação através dos direitos de patente pode constituir um forte contributo para o reforço da sua imagem interna e externa, e para o seu reconhecimento enquanto instituição de ensino superior inovadora. A proteção e valorização dos referidos resultados podem ainda ser uma fonte de rendimentos e de constituição de património próprio para o IPCB, estando em estudo o processo de valorização do potencial comercial desses produtos tecnológicos junto de possíveis empresas interessadas. 

PUB

PUB

PUB

PUB