Educação

Mais de uma dezena de alunos com NEE em condições de ingressar no superior em Castelo Branco

Diario Digital Castelo Branco/Lusa | 2017-07-17 11:44:00

O Gabinete de Apoio ao Estudante com Necessidades Educativas Especiais (GAENEE) do Politécnico de Castelo Branco estima que 13 a 20 estudantes dos agrupamentos de escolas do distrito estão em condições de ingressar no ensino superior.

Em comunicado, o politécnico explica que, de acordo com um levantamento efetuado pelo GAENEE, todos os agrupamentos de escolas e escolas secundárias do distrito de Castelo Branco possuem alunos com necessidades educativas especiais, estimando-se que “cerca de 13 a 20 estudantes estejam em condições de ingressar no ensino superior".

"A criação deste gabinete era uma pretensão antiga e constituía um objetivo consagrado no plano estratégico da instituição para o quadriénio 2015/1018, uma vez que é muito importante garantir a plena inclusão e a igualdade de oportunidades de todos os alunos que nos procuram", refere o presidente do IPCB, Carlos Maia, citado na nota.

O GAENEE, criado em 2015, reuniu-se recentemente com quase todos os responsáveis dos estabelecimentos de ensino secundário do distrito que têm alunos em condições de ingressar no ensino superior.

O objetivo da reunião foi a apresentação dos serviços e apoios do politécnico na inclusão destes alunos e manifestar total disponibilidade para questões relacionadas com o ingresso, acesso e acompanhamento dos alunos com NEE.

Carlos Maia adianta que as instituições de ensino superior criaram mecanismos de inclusão dos alunos com NEE, pois a legislação que estabelece as diretrizes de inclusão e apoio é inexistente a partir do 12.º ano de escolaridade.


Publicidade
Meteorologia
Hoje
Amanhã
Noticias
Newsletter
Publicidade
Publicidade
© Diario Digital Castelo Branco 2017
Desenvolvido por citricweb.pt